s1
s2
s3
s4
s5
s6
s7
s8
s9
s10
s11

Real Mosteiro de São Miguel de Vilarinho

Título: Real Mosteiro de São Miguel de Vilarinho
Datas extremas: 1537 / 1824
Dimensão: 11 livros e 116 maços (1,70ml)
Nome produtor: Real Mosteiro de São Miguel de Vilarinho

História institucional
Outrora situado no termo de Guimarães, além de Vizela, num vale perto da ponte de Negrelos, faz hoje parte do concelho de Santo Tirso.
A abadia começou por ser capela tumular dos fidalgos Fafes, mas o abade Gonçalo Anes Fafes tornou-a mais tarde mosteiro, com a autorização de D. Diogo Fafes, a quem pertencia apresentação da igreja e, que devido a não ter descendentes, aqui se recolheu e acabou por terminar os seus dias.
Segundo a tradição, o mosteiro começou a ser edificado por volta de 1170 estando concluído em 1174. É o único da regra dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho que teve o privilégio dos abades se passarem a chamar Dom Priores.
A igreja que ainda hoje existe é de estilo românico, embora tenha levado um profundo restauro ainda no século XX. Possui um belo pórtico com três arquivoltas e um nartex mais recente. Hoje, do antigo convento existe apenas um arruinado claustro.
Este Mosteiro está unido in perpetuum aos Mosteiros de São Vicente de Fora de Lisboa, Mafra e de Santa Maria de Landim

História custodial e arquivística
O arquivo do Mosteiro de São Miguel de Vilarinho foi incorporado no Arquivo Municipal Alfredo Pimenta, aquando da sua criação, de acordo com o disposto no capítulo XXIV do decreto nº 19.952 de 27 de Junho, republicado em 30 de Julho do mesmo ano.

Âmbito e conteúdo
Constituído maioritariamente por tombos, prazos, notas e foros, rendas e pensões.

Ingressos adicionais
Não se prevê a entrada de novas unidades de instalação.

Condições de reprodução
A reprodução deverá ser solicitada por escrito, através de requerimento dirigido ao responsável da instituição. O seu deferimento encontra-se sujeito a algumas restrições tendo em conta o seu estado de conservação ou o fim a que se destina a reprodução.

Condições de acesso
Comunicável, salvo os originais em mau estado de conservação.

Descrição do estado de conservação
No geral o arquivo está em bom estado de conservação.

Instrumentos de descrição
Catálogo disponível em suporte papel.

Regras e Convenções
ISAD(G); NP405
topo